top of page
Buscar

A podridão moral e social

Por: Emily Benedek


A artista de rua israelense Nitzan Mintz, 32 anos, e sua parceira, Dede Bandaid, 36, tinham acabado de chegar à Nova York para estudar em uma residência artística, quando terroristas do Hamas invadiram Israel da fronteira de Gaza e desencadearam sua violência bárbara de assassinatos, estupros e incêndios criminosos. E tortura em comunidades judaicas dentro de Israel.


O casal chocado retirou-se do programa de arte antes mesmo de começar e tentou pensar no que poderia fazer para ajudar na situação desesperadora em casa.


Recordando as imagens de “Crianças Desaparecidas” em embalagens de leite que Bandaid disse terem se tornado “icónicas” em todo o mundo através dos filmes americanos, eles concentraram a sua atenção nos reféns, cujo número, inicialmente pensado em cerca de 130, aumentou agora para 239.

Quer ler mais?

Inscreva-se em conteudojudaico.com para continuar lendo esse post exclusivo.

Kommentare

Kommentare konnten nicht geladen werden
Es gab ein technisches Problem. Verbinde dich erneut oder aktualisiere die Seite.
Kadimah-assine.png
bottom of page