top of page
Buscar

O Espírito de 48

Durante incontáveis ​​horas, no dia 7 de outubro, o mais sombrio dos dias sombrios, o estado desapareceu. Mas então, no meio de uma guerra pela sobrevivência contra selvagens armados, emergiu um heroísmo excepcional e sem paralelo, um heroísmo que quase tínhamos esquecido que existia.

Por: Ran Baratz


Primeiro, precisamos respirar fundo, enfrentar a realidade de frente e falar a verdade, toda a verdade. Durante muito tempo, permitimo-nos ser enganados, confiando em ficções confortáveis ​​e tranquilizadoras de outros. Agora, temos de reconhecer que o desafio de segurança que temos pela frente é de longo prazo e exigirá que nos readaptemos e repensemos a situação. Haverá uma batalha por Gaza e talvez também pelo Norte, mas seria um grave erro histórico presumir que, quando terminarem, os acontecimentos de segurança terminarão também, e que seremos capazes de regressar a uma situação semelhante a aquilo que existia antes do pogrom de 7 de Outubro. Teremos de mudar as nossas prioridades nacionais, não só porque uma série de mentiras convenientes foi destruída, mas porque conceitos fundamentais de segurança - não só os nossos, mas também dos nossos inimigos - foram estilhaçados.

Quer ler mais?

Inscreva-se em conteudojudaico.com para continuar lendo esse post exclusivo.

0 visualização0 comentário

Commentaires

Les commentaires n'ont pas pu être chargés.
Il semble qu'un problème technique est survenu. Veuillez essayer de vous reconnecter ou d'actualiser la page.
Kadimah-assine.png
bottom of page